terça-feira, 7 de setembro de 2010

O cola-brinco do Requião

A repercussão dos tapas que o ex-governador e agora candidato a senador Roberto Requião levou ontem já foi divulgada em nível nacional. Um dos sites que divulgaram foi o da Folha Online. Acho pouco, deveria estar estampado como manchete dos principais jornais do País. “Requião leva tapão de correligionário”. Ho!
Para falar a verdade, sou contra agressão física. Acho que é pobreza mortal. Se a pessoa parte para a briga, é que perdeu totalmente a razão e a lucidez. Porém, no caso do ex-governador, tenho que admitir que alegra muito meu dia quando ouço falar de um soco ou tapa que ele tenha levado.
Porque, veja bem, há muito que este homem está pedindo pra levar uns bons de uns sopapos na fuça. Mas, enfim, o cara era governador e pega mal espancar um chefe de estado. Além disso, os seguranças voariam na jugular do oponente num piscar de olhos.
Por conta disso, o homem teve oito anos para se convencer que poderia falar o que quisesse, pra quem quisesse, na hora que quisesse. Achou que era rei e intocável. Ofendeu companheiros, correligionários, autoridades, eleitores e, principalmente, a imprensa. Nunca recebeu o troco merecido. Esqueceu que ele ESTAVA no poder. Pensou que ERA o poder.
Só que saiu, neám? Acabou a mordomia e virou cidadão comum. Mas deve ter imaginado que continuaria intocável. Perdeu, prayboy! Já foram dois episódios de nocaute em cinco meses. Mas até que foi pouco. Porque a empáfia continua. Tá ele lá no seu tuite arrotando arrogância e, pra variar, xingando a imprensa que divulgou o vale-tudo. Explicar de onde veio os U$180 mil dólares roubados da casa do irmãozinho ele não explica, neám?
Tenho pena do tenente-coronel Washington, que tem que fazer a segurança do homem. Um bom PM que está sendo desperdiçado nesta função. Ou, pensando melhor, talvez ele esteja fazendo a segurança do público contra o chefe. Faz mais sentido. Inclusive já sugeri ao Washington meter uma focinheira no boss para facilitar o trabalho. Mas ele não aceitou. Pena. Mas tudo bem. Enquanto ele tiver deixando os cara bater, está de bom tamanho, ho!

2 comentários:

  1. Eu lí...Fazia tempo que não sentia dois orgasmos seguidos.

    ResponderExcluir
  2. Edenilson de Almeida8 de setembro de 2010 15:26

    Eu também sou totalmente contra a violência.
    Mas o Requião parece pedir pra levar uns sopapos.
    Eita cidadão mais grosseiro e sem educação.
    Minha mãe disse que faltou umas boas chineladas na bunda quando era criança. Por isso ficou assim, falando bobagem.

    ResponderExcluir